expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
text-shadow:

terça-feira, 3 de maio de 2016

As belezas naturais de Urubici

Curvas acentuadas e trechos bem sinalizados ao longo da rodovia indicando a possibilidade de gelo, pista escorregadia e nevoeiro, chegar a Urubici foi mais uma bela aventura. Localizada num vale cercado de montanhas o município está a 1175 metros de altitude e é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, pois faz parte da Reserva Mundial da Biosfera da Floresta Atlântica.  


Cachoeira do Véu da Noiva



Duas avenidas largas compõem o Centro de Urubici, onde estão a igreja, bancos e a prefeitura. Mas o que é destaque são as atrações naturais em torno da cidade.

Nossa primeira opção de passeio foi um dos cartões postais principais da Serra Catarinense: o Morro da Igreja, o ponto mais alto da região Sul, com 1822 metros de altitude. Localizado no Parque Nacional de São Joaquim, a área pertence ao Cindacta e é necessário uma autorização que pode ser adquirida no ICMBIO, localizado próximo ao Banco do Brasil (há placas indicando). O acesso é de carro até o alto. A estrada tem alguns buracos e na ocasião estava em boas condições. Chegando lá, a vista é panorâmica do morro é espetacular, com destaque para a Pedra Furada, cânions  e em dias de sol o litoral catarinense.

Sinta-se no topo do mundo. O lugar é maravilhoso e a sensação do vento (muito gelado) naquela altitude é indescritível!

Nossa segunda atração foi a Cachoeira do Véu da Noiva possui queda de 62 metros e também é de fácil acesso. Em seguida fomos até a Serra do Corvo Branco, A vista impressiona  principalmente o "portal" formado por dois enormes paredões de 90 metros de altura, é considerado o maior corte em rocha arenítica do Brasil. Na ocasião estava interditada devido a uma barreira que havia caído e uma parte da estrada havia cedido.



Atenção: Mesmo no verão, o topo do Morro da Igreja é frio e no inverno é CONGELANTE!! Imprescindível estar bem agasalhado!

 Urubici vista do Mirante do Avencal

Igreja matriz da cidade

 Serra do Corvo Branco no trecho que desmoronou

 Serra do Corvo Branco no trecho que desmoronou


 Cachoeira Véu da Noiva

 Morro da Igreja
 Morro da Igreja e ao fundo, no lado esquerdo, a Pedra Furada.



 Paredões na entrada da Serra do Corvo Branco


Makenna Figueiredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário