expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
text-shadow:

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Expedição Jalapão: quinto e último dia

É comum escutar frases do tipo “O Jalapão é bruto” ou  “O Jalapão é para os fortes”, mas quem visita saí de lá com a impressão de que viu de perto uma das atrações mais naturais do Brasil.




















Partindo de Mateiros pela TO- 255, nosso destino era uma rápida parada em São Feliz do Tocantins, Novo Acordo e depois Palmas. Na estrada, passamos por no máximo cinco veículos naquele dia. Existem atrativos na região de São Félix e de Novo Acordo, encontramos placas de sinalização e o GPS nos indicava cachoeiras, rios e mais fervedouros. Como essas cidades são porta de entrada ou de saída do Jalapão, em uma próxima viagem iremos fazer o contrário e conhecer o que ficou faltando.

O dia foi longo, a estrada estava muito ruim. As costelinhas de vaca que encontramos entre Ponte Alta e Mateiros se multiplicaram nesse percurso. O Troller não parava de sacudir.
Gente, como é difícil entrar ou sair do Jalapão, mas é onde está a graça do passeio visitar lugares onde muitas pessoas não tem acesso e você comprovar as maravilhas da natureza! Seguimos contemplando e fazendo breves paradas para fotos e nos despedimos daquele lugar mágico.

Foram 143km até Novo Acordo onde finalmente, começou o asfalto e mais 100km até Palmas, que totalizaram 12 horas de estrada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário