expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>
text-shadow:

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Salta, Argentina

Situada no noroeste da Argentina e fundada há mais de quatro séculos, Salta é uma bela cidade colonial, rodeada por natureza exuberante e paisagens montanhosas. Com dezenas de edifícios históricos, abriga uma excelente gama de atrações culturais, parques, excursões e paisagens naturais, uma boa razão para ser carinhosamente conhecida como "La Linda".


Com uma população com mais de 400 mil habitantes, situada aos pés das Cordilheiras dos Andes, Salta é a oitava maior cidade da Argentina, a 1.800 metros acima do nível do mar, a província argentina do mesmo nome é puro charme e alegria ao ritmo das peñas.


Percorrer as estreitas ruas do centro é revelar verdadeiros tesouros históricos. Um rico conjunto arquitetônico colonial com construções dos séculos 17, 18 e 19, começando através do centro da cidade, na Plaza 9 de Julio, que abriga importantes construções. 



Catedral Basílica de Salta

Numa cidade com belas igrejas, a catedral não poderia ser diferente. Rica no seu acervo, guarda as cinzas do General Martin Miguel de Guemes, um dos heróis da independência. Abriga a imagem da Virgen del Milagro, santa a quem os fiéis atribuem a salvação de um terremoto ocorrido em 1642.





MOOM - Museu da Arqueologia da Alta Montanha

Tive receio (medo mesmo, sou dessas) de entrar nesse museu que tem como principal destaque o achado dos "Ninõs de Llullaillaco", que são múmias de crianças encontradas enterradas vivas no vulcão do mesmo nome a 6.700 metros de altitude e que fazem parte da cerimônia do 'capacocha' e tem cerca de 500 anos de idade. Por minha causa o Dyxklay acabou não indo também, então não temos mais detalhes desse local. 
Um casal de amigos argentinos nos enviaram uma foto de uma das múmias que estão no museu e sinceramente, se eu já não tinha coragem antes, agora menos ainda! 😱


Foto: acervo de amigos

Iglesia del San Francisco

A construção com cores vermelhas e amarelas chama a atenção ao longe. A torre que tem mais de 50 metros de altura e um belo com um campanário é a mais alta da América Latina. Um dos sinos foi feito com a fundição de antigos canhões da batalha de Salta. Quando visitamos a igreja, o acesso ao convento que faz parte do complexo franciscano estava fechado. Nele existe um pequeno museu nas salas que estão voltadas para o pátio interno.



Iglesia Nuestra Señora de la Candelaria de la Viña 
A mais linda!! É meio Barbie, é alucinante. Fantástica, cores vivas, mistura de estilos, com influência muçulmana na arquitetura das torres. Muito delicada.


Convento de San Bernardo
Com características do barroco americano, um dos prédios mais antigos da cidade, é considerado Monumento Histórico Nacional.

Teleférico

Para se ter noção da grandiosidade da cidade, a regra é subir através do teleférico que saí do Parque San Martin que é o ponto turístico mais cobiçado da cidade. O Cerro San Bernardo tem 1.450 metros de altura e lá de cima temos uma visão panorâmica de toda a cidade. No local existem alguns restaurantes muito simples, uma feirinha de artesanato (que também tem bons preços) e uma cachoeira artificial.






Valor: (150 pesos) do ingresso de subida e descida.

City Tour

O passeio guiado em espanhol, com duração de três horas, com saída e chegada na Plaza 9 de Julio, percorre as principais ruas da cidade, explorando as belezas locais, com paradas no Mercado Artesanal, no El Mirador que é um mirante com visão parcial da cidade (foto abaixo).



Valor: 225 pesos por pessoa.

Mercado Artesanal

Bonita construção colonial que abriga um mercado de artesanias. Não encontrei nada muito diferente de outros pólos de artesanato na cidade. Ponchos de lhama feitos no tear, prataria, doces, vinhos, bijuterias, tapetes, mantas. Os preços não são convidativos.





Monumento ao General Martin Miguel de Guemes

A escultura em si tem mais valor histórico do que beleza. O General Martín Miguel de Guemes foi um herói argentino e devido sua atuação na Guerra da Independência do país entre outros feitos subsequentes, ganhou este monumento que fica na saída do Cerro San Bernardo (pra quem desce a pé, não pelo teleférico).  A escultura está "olhando" para Salta em um local com ótima vista panorâmica da cidade. Isto chama a atenção! 



Quebrada de San Lorenzo

Localizado a 20 km do centro da cidade, San Lorenzo foi uma das opções que tivemos num dia bem tumultuado. Como não tínhamos tempo para ir a Cafayate, foi sugestão da recepcionista do hotel onde ficamos hospedados. 

Trata-se de um bairro com vegetação exuberante, um restaurante a margem de uma pequena cachoeira, onde saboreamos algumas empanadas deliciosas, a saborosa cerveja Salta que é só é ser encontrada na Argentina e foi onde comemoramos o Dia dos Namorados.  Ideal para fazer caminhada, observar as aves e escutar o barulha da água passando entre as pedras. 






Calle Balcarce - Peñas

A noite saltense acontece aqui, é o point! São várias opções de bares e restaurantes com comidas regionais, onde existem apresentações de músicas folclóricas e as famosas 'las peñas'. Várias atrações seguidas, para todas as idades. Funcionam de segunda a domingo. 


Empanadas

Não vá embora de Salta sem comer as empanadas salteñas, são conhecidas em toda a Argentina como as melhores do país. São pequenas, suculentas, servidas quentinhas e fiquei com água na boca em recordar! 



Salta é uma capital muito aconchegante. Adoramos a região, as pessoas, as empanadas, a cerveja, o artesanato e o contato com a natureza. E certamente iremos voltar para conhecer mais atrações afastadas da cidade.



Makenna Figueiredo.

11 comentários:

  1. Que gracinha essa cidade, a arquitetura me encantou, tudo tão lindo!Também não iria no museu das múmias, não gosto e sabendo que são crianças, piora!!!

    adorei o post

    ResponderExcluir
  2. Empanadas... como eu amoooo!!! Rsrs... amei as dicas dessa simpática cidadezinha. Adicionando na lista de locais para conhecer na Argentina.

    ResponderExcluir
  3. A cidade parece encantadora, não conhecia ainda... Adorei o teleférico, a vista é linda, né? Ainda mais por ficar no pé da Cordilheira... parabéns pelo post e pela foto da cerveja, adorei a bolha! hahahaha click certeiro!

    ResponderExcluir
  4. Olha, que gracinha essa cidade! Não conhecia, mas já adorei e pretendo visitar quando for a Argentina

    ResponderExcluir
  5. Que lugar mais encantador!! Adorei as igrejas e a arquitetura! Eu também não tenho muita coragem de ver múmias, rs. E as empanadas... ai ai! Deu água na boca!

    ResponderExcluir
  6. Eu amo a Argentina, mas nunca tinha ouvido falar dessa cidade! Adorei conhecer através do seu post...

    ResponderExcluir
  7. Que encanto de lugar! Não conhecia. Gostei muito de ver fotos e informações de lá por aqui. Fiquei com vontade de conhecer! Muito obrigada pelas dicas. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  8. Gente, acredita que não conheço a Argentina? Tão pertinho... Adorei as dicas e fiquei com vontade de experimentar a empanada kkkkkk ta com uma cara mt boa!! Bjoo

    ResponderExcluir
  9. Que bacana essa cidade! Gostei bastante das igrejas e do teleférico, assim como toda a cultura do local. Nunca fui para a Argentina, mas quando for já vou incluir uma visita a Salta.

    ResponderExcluir
  10. que gracinhaaa de cidade, nao conheço ainda, mas esta na minha listinha de trips, adorei as dicas, quando for ja sei onde consultar :) bjss!

    ResponderExcluir
  11. acho essa cidade uma graça! é um dos lugares que mais tenho vontade de conhecer na Argentina... adorei o post, parabens

    ResponderExcluir